segunda-feira, 31 de maio de 2010

Paralisação de 100% da frota e abusiva diz procuradora do trabalho que garante pedir o fim da greve

A Procuradora Geral do Trabalho Marielle Rissane, esteve esta manhã fiscalizando pessoalmente a paralisação de 100% da frota de ónibus do sistema de transporte coletivo da cidade de Rio Branco. A mesma viu de perto todos os transtorno sofrido pela população em decorrencia da paralisação, e disse ser abusiva a atitude cometida pelo sindicado dos cobradores e motoristas de ónibus. Após ver que a população estava sendo prejudicada a Procuradora disse que vai enviar oficio ao tribunal regional do trabalho pedindo a ilegalidade da greve, ja que o sindicato dos motoristas e cobradores não garantiu uma determinação judicial em que prever 70% da frota circulando em horário de pico e que 60% circulasse em outros horários.

Caso a decisão do Ministerio Publico seja aceita, o sindicato dos motoristas e cobradores terá que pagar multa pelos transtorno causado e por ter mantido a paralisação.


Caos na cidade de Rio Branco empresarios param 100% da frota de ônibus da capital



No terminal urbano hoje não se via transporte coletivo circulando, segundo informações do SINTTPAC os ónibus estavam funcionando sem cobradores, ou seja transportando de graça os passageiros por isso os empresários resolveram recolher os ónibus deixando 100% da frota parada, e também a cidade de Rio Branco um verdadeiro caos, que o unico meio de transporte usado na cidade e o transporte coletivo. Enquanto essa briga acontece entre empresários e trabalhadores do sistema quem sai perdendo e a população que precisar esperar muito tempo dentro do terminal urbano e nas paradas de ónibus sem saber se os transporte estão rodando ou não.
Um outro lado dessa situação e que prefeitura de Rio Branco num faz nada esta ainda de braços cruzados diante dessa greve dos motoristas e cobradores, sendo que poderia ter providenciado outro meio de transporte para população de Rio Branco que em meio a essas condições o usuário tem sido muito prejudicado como agora em uma situação como esta, que chegou ao limite um fato que nunca tinha acontecido dentro do sistema, a frota de transporte coletivo da cidade de Rio Branco parada totalmente 100% e ninguém faz nada. Os prejuízos para os usuários são incalculaveis principalmente para estudante e trabalhadores que os mesmo tem que cumprir horários. E a greve continua ainda por tempo indeterminado.

terça-feira, 25 de maio de 2010

Policia Federal diz que vai processar vitima

Assim e facil processar um trabalhador indefeso, que foi ate a policia federal registrar uma noticia e houviu de um sujeito funcionario da policia federal dizer " isso que você esta fazendo e muito grave" ou seja intimidando um cidadão que vai ate a corregedoria da policia federal. Si acontece assim na policia federal do acre, que policia e essa que temos por aqui o que a sociedade esta vai pensar da corregedoria dessa policia ? . ja pelo o outro lado dessa historia temos um outro sujeito da policia federal um descontrolado que segundo testemunhas do local dizem que ele sacou logo da ARMA. uma vez um deles por nada sacou da arma dentro do estádio arena da floresta, foi preso. Mais a questão e que alguns agentes da policia federal são abusados também, dizem que um senador pré-candidato a governador do estado processou um deles por causa de uma desavença no aeroporto. No dia do vestibular também muitas reclamações de abuso de autoridade e constrangimento da PF. No IML o mesmo afirma que foi pressionado a negar qualquer tipo de hematoma isso pelos próprios policiais. Ou seja o moto taxista foi mesmo pressionado ele pegou tapas e socos mesmo, ele tem provação disso mais talvés não possa provar, mais os delegados da policia federal acha que ele num tem provas mesmo fazendo o que fizeram. ESSA JOGADA DA POLICIA E VELHA. Eles cometem a burrice deles, são truculentos mesmo, e depois dizem que vão processar e talvez vão mesmo mais porque acham que o moto taxista não tem como provar o que realmente houve e aconteceu com ele na policia federal. O seu Marcos Soares esta de parabéns porque mesmo depois do constrangimento humilhação e pressão, que passou, ainda sim procurou a imprensa para denuncia E MOSTROU A CARA TAMBÉM. O ministério publico tem toda razão em abrir um procedimento para investigar o que realmente houve, coisa que a corregedoria da PF já deveria ter feito a muito tempo. Há seu marcos antes que esqueça PROCESSE ELES TAMBEM, eles também ficam presos e perdem o emprego e num e muito difícil não dependendo das provas. Mais de toda essa situação o que o superintendente da policia federal do acre tem a dizer mesmo dois delegados falaram em coletivas AMEAÇARAM OUTRA VEZ A VITIMA, Mais até agora o superintendente geral da PF num disse ainda pra que veio, PF ta sem comando será ?. Que senso de justiça a policia federal tem um situação como esta ?

segunda-feira, 17 de maio de 2010

Centenas de hansenianos esperam por aposentadoria

A deputada federal Perpétua Almeida reuniu-se na manhã desta sexta-feira, 14, com os representantes do MORHAN, para buscar uma solução contra a burocracia da Secretaria Nacional de Direitos Humanos.

Apesar de todos os que foram internados de forma compulsória trazerem sequelas da doença a Secretaria exige prova documental. Por conta dessa exigência apenas 100 dos mais de 500 hansenianos que deram entrada nos pedidos de aposentadoria especial foram contemplados.

Mas a luta para a qual eles pedem a intervenção da parlamentar é para que a indenização seja extensiva aos que nunca tiveram um documento sequer, ou seja aqueles que ficaram confinados para tratamento em suas próprias residências ou em barracos localizados em seringais distantes.

“Chegou a nós no MORHAN, um homem cuja doença foi detectada aos 12 anos de idade. Sabendo que ele não poderia conviver com o resto da família e como esta não tinha condições de transportá-lo para um hospital, fizeram um barraco no fundo do quintal onde ele passou 14 anos confinado. A mãe dele chegava com a comida e dizia: vou deixar a comida aqui, daqui há pouco vem pegar. Isso porque ninguém podia chegar perto dele”, informou o presidente do MORHAN Élson Dias que concluiu- “Essa pessoa além das seqüelas físicas tem as emocionais”.

Como este existem vários casos que se associam ao problema dos filhos de hansenianos. As crianças eram retiradas dos pais e levadas para educandários ou abrigos ou muitas vezes entregues para a adoção ou simplesmente colocadas na porta de outras famílias. Centenas dessas vítimas nunca mais encontraram os pais.

“Muitas vezes não deixavam nem a criança começar a mamar. Antes de ter qualquer contato com a mãe, já a retiravam da família. Com a minha filha foi desse jeito. Levaram e eu só encontrei quando ela já estava com 10 anos de idade no Educandário. Eu ainda tive sorte. Teve muitos pais que procuraram até morrer”, disse José Gomes da Silva.

Sensibilizada com as histórias e com a luta do MORHAN, a deputada Perpétua Almeida se dispôs a marcar uma reunião com o ministro de Direitos Humanos para tratar da questão. Ela pretende levar um grupo de hansenianos e os demais integrantes da bancada federal que quiserem ajudar.

“Temos que encontrar um meio. A Secretaria Nacional de Direitos Humanos pode fazer convênio com secretarias estaduais e municipais ou até contratar alguém para fazer a pesquisa. Precisamos fazer com que entendam que testemunhos nesses casos precisam ser reconhecidos. As coisas ficam mais fáceis quando existe boa vontade. Esse pessoal já sofreu demais para continuar a margem da vida por causa de burocracia”, indignou-se a parlamentar.


A informação é de angélica paiva

quinta-feira, 13 de maio de 2010

Associação dos familiares de presidiarios do estado do acre, tem reunião com comissão de direitos humanos da assembleia legislativa do acre.

Ontem a associação de Direitos Humanos dos familiares de presidiários dos estado do acre através de seus representantes, Jocivan Santos, Presidente. e Mara Silva, Primeira Secretaria, se reuniram com a comissão de direitos humanos da assembleia legislativa do estado do acre o assunto era uma pauta de reinvidicações proposta pela associação de famílias. O presidente da associação jocivan santos falou dos problemas que vem sendo enfrentado por todos os familiares que fazem visitas a penal todos os finais de semana, que o pricinpal problema enfrentado pelos familiares e ainda o tratamento dispensado pelos agentes penitenciarios. As pessoas que fazem visitas a penal são mau tratadas com chegamentos palavrões desacatos pra um certo grupo de agentes penitenciarios os familiares também são bandidos, por isso vimos até os senhores pedir providências e uma solução imediata para essa questão, falou jocivan santos. O mesmo falou ainda do tratamento dispensado a pessoas idosas acima de 60 anos a deficientes físicos, gravidas, e crianças, disse também das muitas denuncias de espancamento dentro da penal que tem chegado até a associação. Denuncias essas que o próprio sistema tem sido incapaz de combater e ivestigar. Durante a reunião o presidente da comissão Dep. Valter Prado ficou extramamente sensibilizado com a causa e prometeu providências para reividicações levadas até a comissão, prometendo também chamar os diretores do sistema penitenciario para uma conversa. Direitor do presidio Dr. Francisco de oliveira conde. Presidio António Amaro, e também o diretor presidente do IAPEN/AC.

Reivindicações da Associação de Famílias de Presidiários do Estado do Acre

Um atendimento humano e justo para todos os familiares por parte dos agentes penitenciários nos dias de visita, em momentos específicos como o da revista intima.

Celas mais limpas e com condições de higiene adequada para todos, tanto para presos quanto familiares inclusive crianças nos dias de visita.

Identificação no uniforme de cada agente penitenciário para segurança do próprio sistema penitenciário.

Investigar e coibir de forma exemplar os constantes furtos feitos no guarda volumes a objetos das famílias que visitam a penal.

Médicos para atendimento a presos doentes ou atendimento de urgência na penal.

O fim da superlotação das celas.

Entrada de outros tipos de alimentação.

Um atendimento humano e justo para todos os familiares por parte dos agentes penitenciários nos dias de visita, em momentos específicos como o da revista intima.

O fim da superlotação das celas.

Melhorias nas Revistas – Menos abuso e constrangimento por parte dos agentes tendo mais consideração e respeito aos familiares inclusive crianças e idosos.

Um núcleo para atendimentos de urgência as denuncia na penitenciaria que seja de solução de imediato.

Menos demora na fila para entrada das visitas – sem muito tempo de exposição ao sol por parte dos familiares. Obs: (os familiares que chegam cinco seis horas da manhã estão entrando para visita em até duas horas da tarde).

Melhor atendimento a pessoas com mais de 60 anos sem exposição ao sol como fila exclusiva e atendimento de revista apropriado.

Melhor atendimento as grávidas e mulheres com crianças menores sem exposição ao sol com filas exclusivas e atendimento de revista apropriado.

Menos preconceito por parte dos agentes penitenciários com os familiares de presos os mesmo são destratados pelo agentes penitenciários com palavrões e ameaças.

Disponibilizar a os familiares locais adequados, visando resguardar das visitas intima.

Investigar e coibir qualquer tipo de represaria a presidiários por parte dos agentes penitenciários em razão do movimento da associação de famílias.

segunda-feira, 10 de maio de 2010

Para STJ, preso foi torturado por policial em cruzeiro do sul

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) julgou como tortura as agressões de um agente da Polícia Civil contra um detento da Delegacia Geral de Polícia do município de Cruzeiro do Sul. O policial foi condenado pelo crime de tortura, com pena de quatro anos e seis meses, além da perda do cargo público.Segundo testemunhas citadas por nota oficial do STJ, o presidiário teria apresentado comportamento violento e agredido companheiros de cela que foram retirados do local. Em seguida, ele começou a se debater contra as grades. Muito agitado, o preso provocou os policias com xingamentos, o que fez o policial entrar na cela e golpear o preso diversas vezes com um cacetete. A agressão só terminou quando outro oficial deteve o colega.Após recorrer, o policial foi enquadrado em crime de lesão corporal grave, mas o Ministério Público recorreu, levando o caso ao STJ. Autor do voto vencedor, o ministro Feliz Fischer destacou que a própria desclassificação do crime para lesões corporais graves evidencia que os ferimentos sofridos pela vítima foram intensos, assim como o sofrimento por ela suportado. Para o ministro, a análise dos dados transcritos nos autos demonstra, de forma inconteste, que a intenção do policial foi sim a de impor sofrimento.Fischer ressaltou que "é inaceitável a imposição de castigos corporais aos detentos, em qualquer circunstância, sob pena de censurável violação aos direitos fundamentais da pessoa humana". Ele afirmou que o Estado Democrático de Direito repudia o tratamento cruel dispensado pelos seus agentes a qualquer pessoa, inclusive aos presos e esse foi o entendimento acompanhado pela maioria dos ministros.

Tragendia Onibus Capota Mata e Deixa Passageiros Gravimente Feridos




Como venho sempre alertando nesse blog a tragédia aconteceu um ónibus da empresa floresta capota e faz 4 vitimas fatais e deixa outras gravemente feridas. Semana passada lembro de ter ido outra vez até o ministério publico onde representei mais uma vez sobre a situação em que si encontram a maior parte da frota de transportes coletivo que circula na cidade de Rio Branco. A Promotora de justiça Alessandra Marques me garantiu que vai pedir explicação da empresa floresta sobre esta questão. Vemos agora o acontecimento dessa tragedia um ónibus velho sem condições de esta transportando pessoas capota tira a vida das pessoas, deixa sequelas e perdas pro resto da vida. Mais essa mesma empresa a qual me refiro aqui tem 30 novos ónibus parados em sua garagem que ainda não colocou pra rodar dentro do sistema de transporte coletivo de Rio Branco. Um ónibus deles em situação precária de uso que não devia esta circulando na cidade agora capota mata, e deixa pessoas gravemente feridas, usuários que pagam por um serviço de qualidade da empresa floresta e de outras empresas também na mesma situação.


Jocivan Santos

sexta-feira, 7 de maio de 2010

Falta sameamento basico no Acre





Estudo divulgado no final da tarde de ontem (6) pelo Instituto Trata Brasil mostra que, diariamente, 5,9 bilhões de litros de esgoto produzido nas 81 maiores cidades do país – que abrigam cerca de 72 milhões de pessoas- , vão direto para a natureza sem nenhum tipo de tratamento, contaminando solo, rios, mananciais e praias, e com efeitos diretos na saúde da população.


Blog do Altino Machado

quinta-feira, 6 de maio de 2010

Promotora diz que vai pedir explicação sobre onibus novos e parados na garagem da enpresa floresta.

Em resposta ao oficio nº 123 de 08 de Abril de 2010 protocolado no Ministério Publico do acre em que o Centro de Defesa dos Direitos Humanos do Acre pede que promotoria de defesa do consumidor obrigue as empresas de transporte coletivo a efetivar de imediato 35 novos onibus que estão parados no pátio da empresa de transporte floresta. Hoje a titular da promotoria de defesa do consumidor do MP/AC. Dr. Alesandra Marques falou sobre a situação.
A promtora de justiça se manifestou sobre o caso e disse ao coordenador do CDDH/AC, Jocivan Santos que oficiou a RBTRANS, e também ao SINDICOL, os mesmo disseram que a mesmo 35 novos ónibus na garagem da empresa de transporte floresta parados.

O Centro de Defesa dos Direitos Humanos do Acre ainda que saber o que a empresa de transporte coletivo floresta esta esperando para colocar os novos onibus pra rodar.

quarta-feira, 5 de maio de 2010

Associação das Familias de Presos Fazem Assenbleia

No ultimo fim de semana, sabado dia 01 e domingo dia 02, foi realizada uma assembléia geral da Associação de Direitos Humanos dos Familiares Amigos e Reeducando do Estado do Acre. em frente a penitenciaria Dr. Francisco de Oliveira Conde. Durante o evento o presidente da associação, Jocivan Santos colocou alguns pontos da pauta de reivindicação da instituição, dentre elas o tratamento dispensado pelos agentes penitenciários aos familiares que fazem visitas a penal. Um outro ponto ainda questionado pela associação e ainda as constantes denuncias de maus tratos a presidiários dentro da penal. Outro ponto polemico também discutido durante a assembléia foi acerca das declarações feitas por Adriano Marques presidente do sindicato dos agentes penitenciários do acre, onde o mesmo em retaliação a morte de um agente penitenciário declarou querer o fim da entrada de comida e a redução da entrada de pessoas na penitenciaria nos dias de visita.

O presidente da associação si posicionou contrario a essa medida e disse que o IAPEN não ira atender as exigências feitas pelo presidente do SINDAP Adriano Marques. Durante a assembléia alguns familiares fizeram o uso da palavra e denunciaram que ainda a tortura feita a presidiários, mau cheiro, super lotação das celas, e presos convivendo com fezes humanas dentro da cela, e pessoas sendo contaminadas por doenças graves como tuberculose e outros tipos de doenças dentro do presídio. Os familiares denunciaram também a falta de médicos e enfermeiros e outros serviços de saúde de primeira mão para atendimento de urgência dentro da unidade prisional. Muitas declarações foram feitas por mães e parentes em estado emocional de revoltadas com o descaso feito a elas por parte do próprio sistema penitenciário.

Um momento que deixou varias pessoas indignadas foi uma senhora de 60 anos de idade ter pedido a fala para dizer que os idosos também são humilhados sendo obrigados a si abaixar mais de oito vezes diante da agente penitenciaria. No momento outras mulheres também denunciaram que as agentes penitenciarias femininas estão encostando o detector nas partes intimas das visitantes o que e permitido por lei apenas aproximar para não causar constrangimento ao visitante. O Presidente da Associação declarou se contrario a qualquer tipo de atitude por parte dos agentes penitenciários, ou do próprio sistema que vá de encontro com a dignidade a cidadania e os direitos legais garantidos aos familiares de presos em visita a penal.

O mesmo garantiu que todas as reivindicações feitas serão levadas a comissão de Direitos Humanos da Assembléia legislativa na próxima quarta feira. No momento do ato realizado pela Associação em frente à penal para todos os familiares e visitantes via-se alguns agentes penitenciários tirando fotos e filmando o evento, e também foi notado pessoas em carros não identificado ou descaracterizado tirando fotos inclusive do próprio presidente da associação, que ao termino do evento saiu sendo seguido por um Carro Gol Branco de Placa MZU- 4781 Em direção ao centro que depois segundo o presidente da associação tomou rumo ignorado em imediações próximo a biblioteca publica estadual no centro da cidade.

Jocivan Santos teme sofre algum tipo de represália já que o mesmo tem uma posição contraria a ação truculenta de alguns agentes penitenciários, e também por fazer criticas ao modelo de gestão que esta hoje a frente do instituto de administração penitenciaria do acre, que até hoje não conseguiu fazer com que todos os agentes penitenciários fossem identificados pelo nome na blusa, essa e apenas uma das reivindicações antigas da associação, ate hoje não cumprida pelo diretor presidente do IAPEN Leonardo carvalho.

terça-feira, 4 de maio de 2010

Morte em presidio no Acre

A Imagem do acre quando o assunto e Direitos Humanos num ta das melhores.

Mais um presidiario e morto dentro do corretivo do pavilhão B na Unidade de Recuperação Social Dr. Francisco de Oliveira Conde.


Marildo dos Santos da Conceição foi encontrado com sinais de enforcamento com a camisa depois de dado entrado do presidio, acusado de ter matado sua esposa com 24 facadas. A família de Marildo não acredita em suicídio.



O instituto de administração penitenciaria do acre divulgou nota sobre o caso


NOTA - IAPEN

O Instituto de Administração Penitenciária do Acre - IAPEN/AC informa que por volta das 5h10min da manhã, desta terça-feira, 04 de maio, o preso Marinildo dos Santos Conceição foi encontrado morto na cela 26 do Pavilhão B do Complexo Penitenciário Dr. Francisco D'Oliveira Conde, onde cumpria prisão provisória isolado por ter matado a própria esposa com 21 facadas no último sábado, dia 01 de maio.