quinta-feira, 30 de maio de 2013

No DOM BOSCO centro que atende crianças portadoras de necessidades especiais em Rio Branco, falta tudo, falta fonoaudiólogo, fisioterapeuta, além de também faltar outros equipamentos e estrutura adequada e necessária para o acompanhamento e desenvolvimento da criança. Atualmente só esta em funcionamento 02 salas, E TEM MAIS DE 200 CRIANÇAS NA FILA DE ESPERA, reclamam as mães.

terça-feira, 28 de maio de 2013

DESEMBARGADORA ACREANA ESTARIA RECEBENDO AMEAÇAS DE MORTE, DIZ ASMAC.

Durante a coletiva a imprensa o presidente da Asmac, Juiz Raimundo Nonato da Costa Maia revelou que a Desembargadora Denise Castelo Bonfim, que determinou as prisões dos envolvidos na Operação G7, está recebendo ameaças de morte por meio de ligações telefônicas. O magistrado afirmou também que chegou ao conhecimento da entidade de que um plano para executar Denise Bonfim estaria sendo montado dentro da penitenciária e que a morte da Desembargadora teria que acontecer de qualquer forma.  

quinta-feira, 23 de maio de 2013

Câncer de mama: como prevenir; doença atinge 400 mulheres na capital


O câncer de mama é o segundo tipo da doença mais frequente no mundo e também o mais comum entre as mulheres. Segundo dados do Instituto Nacional de câncer (Inca), somente no ano de 2012, foram registrados mais de 52 mil novos casos da doença no Brasil. Até dezembro do mesmo ano, no Acre, das 2.171 mulheres em tratamento no Hospital do Câncer (Unacon), pouco mais de 400 foram diagnosticadas com câncer de mama. 
Ainda de acordo com o Inca, a cada ano há um aumento de 22% no número de casos da doença. Engana-se quem pensa que apenas mulheres com mais de 40 anos são acometidas pela doença. Embora raro, mulheres até 35 anos e homens também podem ser surpreendidos com um diagnóstico de câncer mamário.

Por esse motivo, é muito importante a realização do exame de mamografia, disponibilizado pela rede pública de saúde.Até recentemente, o Ministério da Saúde recomendava que a mamografia anual fosse realizada a partir de 50 anos. Esse limite de idade mudou com a efetivação da Lei Federal nº 11.664/2008, em vigor a partir de 29 de abril de 2009, que garantiu o benefício a partir dos 40 anos.

 Segundo a diretora do Centro de Controle Oncológico do Acre (Cecon), Zélia Assis, mulheres com histórico familiar da doença e abaixo da faixa de risco (a partir dos 40 anos) também podem se submeter ao exame. “Elas são encaminhadas ao Cecon pelos médicos da rede pública. O tempo de espera para realização do exame é de no máximo uma semana. O laudo com o diagnóstico fica pronto em até 10 dias”, explica.

Zélia ressalta que o autoexame das mamas durante o banho também é uma importante ferramenta na detecção de nódulos no seio, mas aliado à mamografia torna-se bem mais eficiente na detecção de tumores.  “O grande problema que enfrentamos é que poucas mulheres na faixa etária de risco tem procurado fazer o exame periodicamente, buscando acompanhamento médico apenas quando o câncer já está em estágio avançado, diminuindo as chances de uma recuperação mais rápida”, esclarece.

Mastectomia preventiva não exclui possibilidade de desenvolvimento da doença

 A atriz Angelina Jolie, 37 anos, surpreendeu o mundo na semana passada, ao declarar que retirou os dois seios em um procedimento chamado mastectomia preventiva dupla. Através de um mapeamento genético, Jolie descobriu que tinha 87% de chance de desenvolver um câncer de mama e 50% de ter um câncer de ovário. Com o procedimento, as chances de desenvolver o câncer caíram para 5%.

A decisão da atriz dividiu opiniões, principalmente porque o exame que ela fez para detectar a possibilidade de desenvolver a doença é muito caro, chegando a custar mais de três mil dólares nos Estados Unidos. Além do mais, o procedimento não exclui definitivamente a possibilidade de se desenvolver a doença.

 “O fato de o mapeamento revelar a mutação não significa necessariamente que a pessoa vá apresentar a doença. Além do mais, é muito caro. O ideal é que a mulher esteja constantemente fazendo o autoexame e a mamografia, que ainda são as melhores formas de detectar a doença”, informa Zélia. Ela enfatiza ainda que há também outros tratamentos preventivos para pacientes com alto risco (que tenham histórico familiar de câncer), como a quimio prevenção que é a administração de medicamentos que controlam a proliferação celular.  

agenciaContilNet

Juíz de direito visita Novo Cruzeiro

O juiz de direito Ednaldo Muniz membro da comissão do Tribunal do Justiça do Acre para questões agrarias, visitou hoje a comunidade Novo Cruzeiro, segundo o juiz a visita foi realizada tendo em vista uma audiência de conciliação a ser realizada na próxima segunda feira dia 13, o juiz conversou com moradores, fez um percurso a pé em uma área, pouco mais de 05 hectare de terra. A visita do juiz também foi acompanhada da advogada da causa Dr. Claudia Patrícia Marçal que também pode na justiça o cancelamento da liminar de reintegração de posse prevista para o próximo dia 17 para as mais de 160 famílias que residem na localidade a mais de ano. A posse das 05 hectare de terra onde residem as famílias e pedida pelo próprio Estado. 





















quarta-feira, 1 de maio de 2013

Ativista de Direitos Humanos alerta para conflito em ocupação

Coordenador do Movimento de Direitos Humanos do Acre JOCIVAN SANTOS, chama atenção de autoridades do poder executivo legislativo e do próprio judiciário para o conflito que pode haver na localidade Novo Cruzeiro. Caso o cumprimento de uma ação de reintegração movida pela PGE, Procuradoria Geral do Estado, venha acontecer na área. Na localidade moram mais de 160 famílias que correm sério risco de serem despejadas de suas casas onde moram a mais de ano, através de uma liminar de reintegração de posse já espedida pelo juízo da 1º vara da fazenda pública da comarca de Rio Branco, processo nº 0703716-36.2013.8.01.0001. Temos acompanhado as famílias do Novo Cruzeiro desde o inicio daquela ocupação, e até o presente momento o Estado não tem achado uma solução positiva ou pelo menos pacifica para os moradores, tendo em vista garantir o direito constitucional a moradia para as famílias que realmente precisam e residem naquela localidade disse o ativista. Tendo em vista encontrar uma solução pacifica para o conflito, JOCIVAN SANTOS, acionou um dos membros da comissão para assuntos agrários do CNJ no Acre, através do Juiz de direito Dr. Ednaldo Muniz que prometeu olhar o processo, tendo em vista obter informações sobre a questão. O ativista também reuniu com a comissão das famílias moradoras da localidade e outros poderes do estado, entre eles Assembleia Legislativa do Estado do Acre, PGE, Procuradoria Geral do Estado, além de parlamentares e assessores do poder executivo do Estado, com objetivo de achar uma solução pacifica para o conflito.

O caso da ocupação Novo Cruzeiro ganhou repercussão na imprensa no ano passado depois que uma barreira policial foi montada com permanência na localidade 24 horas por dia impedido que as famílias que moravam na localidade entrassem e saíssem da área ocupada http://www.ac24horas.com/2012/09/03/pm-monta-barreira-e-sem-teto-nao-podem-entrar-ou-sair-de-area-invadida-em-rio-branco/ sendo que todas as pessoas ao passarem pela barreira eram revistadas e tinham seus números de identidade anotadas. As famílias que residem na referida localidade recentemente ganham notoriedade na imprensa após realizarem um ato em frente a Casa Rosada, escritório oficial do governo do estado, reivindicando a desistência da ação de reintegração de posse movida pelos procuradores do Estado afim de retira-los do local onde mora a mais de ano http://www.ac24horas.com/2013/04/10/sem-teto-da-invasao-novo-cruzeiro-realizam-manifesto-em-frente-a-casa-rosada/ na época não houve negociação por parte do governo com a comissão representante das famílias acompanhadas de membros do movimento de direitos humanos que também articulam uma saída pacifica para o conflito no Novo Cruzeiro que envolve mais de 160 famílias sem teto. http://www.ac24horas.com/2013/04/17/comissao-de-parlamentares-se-reune-com-manifestantes-da-invasao-do-novo-cruzeiro/